Classificação do domínio

A classificação de domínio é uma pontuação de classificação desenvolvida por ferramentas de SEO como Ahrefs e MOZ. A classificação do domínio indica o estado geral da SEO. Tem um valor preditivo no desempenho de um sítio Web no Google. A classificação de um domínio é um número entre 1 e 100, em que 100 é o nível mais elevado.

Atualmente, apenas o sítio Web Facebook.com recebeu uma pontuação de 100 da Ahrefs. Entre eles estão sítios Web como os do Google, Twitter, YouTube, Instagram, Google Plus e Linkedin.

A classificação do domínio é composta por vários factores que são importantes nos motores de busca. Algumas delas incluem: domínios de referência e o número total de backlinks para e de um sítio Web. Estes são os dois resultados de um processo de construção de ligações a que um sítio Web é submetido.

A classificação do domínio é calculada utilizando uma escala logarítmica. Isto significa que é muito mais fácil aumentar a classificação do domínio de 10 para 20 do que de 70 para 80. Quanto mais alto se chega, mais difícil é crescer.

O que é uma boa classificação de domínio?

Geralmente, os sítios Web que têm mais backlinks são os mais bem classificados. Estes são os sítios Web do Twitter e do Facebook, entre outros. Entre elas estão as multinacionais ou empresas de maior dimensão que já fazem SEO há muito tempo.

Alguns exemplos destas multinacionais são o Ebay (10), a Apple (42) e a Samsung (83).

A importância de uma classificação de domínio elevada

No entanto, criar uma classificação de domínio elevada para os clientes não é o nosso principal objetivo de otimização de sítios Web. Uma classificação de domínio elevada indica que um sítio Web está a ter um bom desempenho. No entanto, não diz nada diretamente sobre o número de tráfego ou a facilidade de utilização para os utilizadores. Nos projectos de SEO que realizamos, é mais importante atingir KPIs absolutos. Um bom exemplo é o número de visitas orgânicas mensais (aumento). Também pode utilizar a altura das classificações das suas palavras-chave para este efeito.

A classificação do domínio é frequentemente utilizada como um KPI comparativo e não como um KPI absoluto. Os especialistas em SEO utilizam-no como referência para os concorrentes ou para a troca de backlinks, por exemplo.


Perguntas mais frequentes

O que é a classificação de domínios?

É possível reconhecer uma boa classificação de domínio pelos backlinks mais bem classificados. Sítios Web como o twitter e o facebook são os que têm mais backlinks e são altamente classificados. As empresas de maior dimensão ou as multinacionais já praticam a SEO há mais tempo. Exemplos de multinacionais incluem o Ebay, a Apple e a Samsung, que têm avaliações elevadas.

Qual é o impacto da classificação do domínio na SEO?

Uma classificação de domínio elevada apenas indica se um sítio Web está a ter bons resultados ou não. Não diz nada sobre o volume de tráfego ou a facilidade de utilização para os utilizadores. Nos projectos de SEO realizados, o mais importante é atingir os KPIs. Aumentar o número de visitas orgânicas mensais é um bom exemplo.

Senior SEO-specialist

Ralf van Veen

Senior SEO-specialist
Five stars
Obtenho um 5.0 no Google em 75 revisões

Há 10 anos que trabalho como especialista independente em SEO para empresas (nos Países Baixos e no estrangeiro) que pretendem obter uma classificação mais elevada no Google de uma forma sustentável. Durante este período, prestei consultoria a marcas de renome, criei campanhas internacionais de SEO em grande escala e orientei equipas de desenvolvimento globais sobre otimização de motores de busca.

Com esta vasta experiência em SEO, desenvolvi o curso de SEO e ajudei centenas de empresas a melhorar a sua capacidade de serem encontradas no Google de uma forma sustentável e transparente. Para isso, pode consultar o meu portefólio, referências e colaborações.

Este artigo foi originalmente publicado em 11 Abril 2024. A última atualização deste artigo foi em 11 Abril 2024. O conteúdo desta página foi escrito e aprovado por Ralf van Veen. Saiba mais sobre a criação dos meus artigos nas minhas directrizes editoriais.