Roteiro para experiências de SEO

Para serem bem sucedidos, os sítios Web têm de ser visíveis nos motores de busca. Para isso, o SEO é fundamental. Com uma abordagem mais orientada para os dados, as experiências de SEO são adequadas para testar e otimizar a eficácia de diferentes estratégias. Este artigo analisa mais detalhadamente as experiências de SEO e mostra como são utilizadas para obter melhores resultados.

A importância da SEO

A SEO, também conhecida como otimização dos motores de busca, consiste em otimizar o conteúdo e a estrutura dos sítios Web com o objetivo de aumentar a sua visibilidade nos resultados dos motores de busca. A SEO é crucial para qualquer estratégia online.

Os sítios Web com uma classificação elevada nos resultados de pesquisa atraem mais visitantes. Isto pode levar a mais vendas, assinantes ou outras conversões. A maior parte do tráfego para os sítios Web provém dos motores de busca. A SEO funciona assim como uma ponte entre o conteúdo e o utilizador.

O que são experiências de SEO?

As experiências de SEO são processos sistemáticos. São feitas alterações a um sítio Web para testar a forma como essas alterações afectam as classificações dos motores de busca e o comportamento dos utilizadores. Isto pode ser feito, por exemplo, ajustando as meta tags ou reestruturando completamente a navegação do sítio Web.

Ao testar metodicamente as alterações, os profissionais de marketing e os webmasters descobrem quais as alterações que têm maior impacto na visibilidade e na experiência do utilizador.

Porquê experiências de SEO?

As experiências de SEO destinam-se principalmente a melhorar o desempenho de um sítio Web nos motores de busca. É necessário aumentar a classificação para determinadas palavras-chave, aumentar o fluxo de tráfego orgânico e melhorar a experiência do utilizador para aumentar as taxas de conversão.

As minhas experiências de SEO oferecem uma abordagem orientada para os dados. A partir daí, posso perceber o que funciona, o que não funciona e porquê. Assim, as decisões não se baseiam na intuição, mas em provas.

Os princípios básicos das experiências de SEO

A base das experiências de SEO consiste em efetuar e medir alterações de forma metódica. Isto começa com uma hipótese sobre a forma como um determinado ajuste afectará o desempenho de SEO. Em seguida, é concebida uma experiência em que a alteração é implementada de forma controlada, utilizando frequentemente um método de teste A/B em que a versão modificada é comparada com uma versão de controlo. Os resultados são então analisados para determinar se a alteração é positiva, negativa ou neutra para o desempenho de SEO.

Base das experiências de SEO

A base das experiências de SEO consiste em efetuar e medir alterações de forma metódica. Em primeiro lugar, é elaborada uma hipótese sobre a forma como um determinado ajuste afectará o desempenho de SEO. Em seguida, concebe uma experiência em que a mudança é implementada de forma controlada.

Isto é frequentemente feito com um teste A/B. A versão modificada é aqui comparada com uma versão de controlo. Os resultados são depois analisados para determinar se a alteração tem um impacto positivo, negativo ou neutro no desempenho da SEO.

O que envolvem as experiências de SEO?

As experiências de SEO ajudam a navegar na complexidade dos factores de classificação e são, por isso, cruciais. Além disso, estas experiências permitem perceber como pequenas alterações têm um grande impacto na visibilidade de um sítio Web.

Sem realizar experiências, a SEO é muitas vezes uma questão de intuição, enquanto as experiências fornecem provas científicas. Os sítios Web podem manter-se um passo à frente da concorrência, respondendo proactivamente às alterações do algoritmo dos motores de busca.

Diferenças entre a SEO tradicional e a SEO orientada para a experiência

A SEO tradicional centra-se nas melhores práticas e nas orientações gerais para otimizar os sítios Web. Desta forma, utiliza palavras-chave relevantes, melhora a velocidade de carregamento de um sítio Web e ajuda a obter backlinks. Esta abordagem é útil, mas por vezes pode ser demasiado geral. A informação nem sempre é suficientemente específica para abordar todas as oportunidades e desafios de um determinado sítio Web.

Na SEO orientada para a experiência, o foco está nos dados para tomar decisões. Todos os ajustes, desde uma pequena alteração na meta descrição até uma grande mudança na arquitetura do site, são feitos com base em provas do que funciona e do que não funciona.

O ROI (retorno do investimento) dos esforços de SEO é maximizado desta forma. As decisões já não são tomadas com base em suposições ou orientações gerais, mas em factores que realmente produzem resultados.

Os especialistas em SEO extraem muita informação de todas as experiências, quer sejam bem sucedidas ou não. Com esta informação, as estratégias de SEO são aperfeiçoadas. Num sítio Web, é possível otimizar continuamente para se adaptar. Os sítios Web também se adaptam aos cenários em constante mudança dos motores de busca e do comportamento dos utilizadores, mantendo-os à frente da concorrência.

Preparar experiências de SEO

É essencial uma boa preparação para as experiências de SEO. Selecciona as ferramentas e plataformas certas, define objectivos e KPIs claros e estabelece cuidadosamente grupos de controlo e grupos experimentais. A preparação não só garante que as experiências sejam viáveis, como também fornece informações importantes.

Escolher as ferramentas e plataformas correctas

Para que as experiências de SEO sejam bem sucedidas, é importante escolher ferramentas e plataformas adequadas. O software de análise, como o Google Analytics, é utilizado para monitorizar o tráfego do sítio Web e o comportamento dos utilizadores. Ferramentas específicas de SEO, como Ahrefs ou SEMrush, são úteis para acompanhar classificações e backlinks.

Utiliza plataformas como o Google Optimize ou o Visual Website Optimizer para testes A/B. Estas ferramentas ajudam-te a criar experiências e a analisar os resultados.

Definição de objectivos e KPIs (Key Performance Indicators)

Define objectivos e KPIs claros. Só então é que o sucesso das experiências de SEO pode ser medido de forma eficaz. Vê quais os aspectos que precisam de ser melhorados. Pensa que a visibilidade pode ser maior para determinadas palavras-chave, mais tráfego orgânico ou taxas de conversão mais elevadas. Define KPIs que reflictam estes objectivos. Estas incluem classificações, um determinado número de visitantes, uma taxa de rejeição ou taxas de conversão.

Criação de um grupo de controlo e de um grupo experimental

É essencial estabelecer um controlo e uma experiência para medir com precisão o efeito das alterações. O grupo de controlo permanece inalterado, enquanto o grupo experimental sofre as alterações. Desta forma, é possível comparar o desempenho dos dois grupos e avaliar se as mudanças foram positivas.

Diferentes tipos de experiências de SEO

Existem diferentes tipos de experiências de SEO, dependendo do que está a ser testado. Segue-se uma explicação de alguns dos tipos de experiências mais comuns.

Experiências de conteúdo

A experimentação de conteúdos inclui a alteração de texto, títulos, meta descrições ou a adição de novos conteúdos. Em seguida, analisa a forma como as alterações afectam o desempenho de SEO. Por exemplo, o conteúdo existente pode ser modificado para o tornar mais relevante para determinadas palavras-chave. Ou cria conteúdos totalmente novos para chegar a novos segmentos do público.

Experiências com backlinks

A experimentação de backlinks envolve a obtenção de novos backlinks de diferentes fontes. Também é possível alterar os backlinks existentes para melhorar a autoridade do link. Para tal, são realizadas campanhas de link building, por exemplo, ou as ligações internas podem ser reestruturadas para distribuir melhor o sumo das ligações pelo sítio Web.

Experiências técnicas de SEO

As experiências técnicas de SEO envolvem alterações na arquitetura do sítio, melhorando a velocidade de carregamento e optimizando a visualização em dispositivos móveis. Também corrige problemas de rastreio. Estas experiências têm como objetivo melhorar a base técnica de um sítio Web, de modo a que este seja optimizado tanto para os motores de busca como para os utilizadores.

Experiências UX

As experiências UX têm como objetivo melhorar a experiência do utilizador de um sítio Web. Isto irá ajustar o design e a navegação e otimizar a velocidade de carregamento. A acessibilidade também pode ser melhorada. Uma melhor experiência do utilizador não só aumenta a satisfação dos visitantes, como também aumenta a probabilidade de estes se converterem ou regressarem ao sítio Web.

Realizar experiências de SEO

  1. Formular o objetivo e a hipótese: Define um objetivo claro e formula uma hipótese sobre a forma como uma determinada alteração pode afetar o desempenho de SEO. Por exemplo, “otimizar o meta título da página X aumentará a taxa de cliques (CTR) dos resultados de pesquisa em 10%”.
  2. Selecciona as ferramentas adequadas: Selecciona ferramentas de análise e SEO que monitorizem adequadamente os resultados experimentais. Estas ferramentas devem ser instaladas e configuradas corretamente.
  3. Cria um grupo de controlo e um grupo experimental: Divide o conteúdo, as páginas ou os elementos a testar em dois grupos para fazer uma boa comparação. Quando um grupo sofre a alteração, o outro permanece inalterado como controlo.
  4. Implementa as alterações: Implementa as alterações planeadas com cuidado e precisão no grupo experimental.
  5. Recolhe dados e monitoriza: Acompanha de perto o desempenho dos grupos de controlo e de experimentação e recolhe dados suficientes durante um período de tempo relevante. Isto permite-te ter uma visão clara.
  6. Avalia os resultados: Compara o desempenho do grupo experimental com o do grupo de controlo para avaliar o impacto das alterações.

Erros comuns

  • Recolhe dados insuficientes: A experiência deve durar o tempo suficiente para recolher dados significativos. Os testes curtos levam a conclusões pouco fiáveis.
  • Testar várias alterações em simultâneo: Testar várias alterações em simultâneo torna complicado determinar qual a alteração que mudou o desempenho. Faz apenas uma alteração de cada vez.
  • Tirar conclusões precipitadas: Os factores externos causam flutuações nos resultados de SEO. Por isso, não tires conclusões precipitadas a partir dos dados.

Conselhos para uma implementação bem sucedida

  • Sê paciente: a realização de experiências de SEO consome muito tempo. Não tires conclusões antes de dispores de dados suficientes.
  • Documenta tudo: É importante manter um registo detalhado das experiências realizadas e das suas alterações e resultados. As experiências e análises futuras beneficiarão deste facto.
  • Mantém-te atualizado: O mundo da SEO está em constante evolução. Manter-se atualizado com as últimas tendências e melhores práticas. Isto torna possível a realização de experiências relevantes.

Analisa os resultados

  • Utiliza as métricas correctas: Concentra-te em KPIs predefinidos. Analisa a forma como estes se alteraram no grupo experimental, em comparação com o grupo de controlo.
  • Encontrar padrões: Procura possíveis padrões ou tendências nos dados, que indiquem o sucesso ou o fracasso da experiência.
  • Significância estatística: Os métodos estatísticos ajudam a determinar se as alterações observadas são significativas e não flutuações que afectaram os resultados por acaso.

Interpretação dos resultados

  • Confirma ou não a hipótese: Determina se os dados confirmam ou desconfirmam a hipótese. Com uma hipótese confirmada, é útil considerar se as alterações devem ser tornadas permanentes.
  • Determina conhecimentos adicionais: Por vezes, as experiências produzem resultados inesperados que conduzem a novos conhecimentos. Abre-te a estes conhecimentos.

Adaptar as experiências: quando e como?

  • Em caso de alterações significativas: Se uma experiência mostrar uma melhoria significativa, é inteligente considerar se as alterações devem ser aplicadas de forma mais alargada.
  • Em caso de resultados negativos: Inverte as alterações com um efeito negativo e analisa os erros.
  • Melhoria contínua: a SEO é um processo contínuo. Os resultados das experiências fornecem informações valiosas para futuros testes e optimizações.

Resumo

As experiências SEO são vitais para a otimização SEO. As organizações aperfeiçoam a sua abordagem utilizando dados reais. Testando sistematicamente as alterações e analisando o impacto, leva os profissionais de marketing e webmasters a desenvolver estratégias específicas para os seus públicos e objectivos únicos.

Neste artigo, descrevi dois passos para preparar, executar e analisar experiências de SEO. Também descrevi as armadilhas comuns e as dicas para que as experiências sejam bem sucedidas. Continua a testar os resultados e a analisar o sítio Web com base nos resultados. Desta forma, as organizações melhoram a sua visibilidade em linha.

Senior SEO-specialist

Ralf van Veen

Senior SEO-specialist
Five stars
Obtenho um 5.0 no Google em 75 revisões

Há 10 anos que trabalho como especialista independente em SEO para empresas (nos Países Baixos e no estrangeiro) que pretendem obter uma classificação mais elevada no Google de uma forma sustentável. Durante este período, prestei consultoria a marcas de renome, criei campanhas internacionais de SEO em grande escala e orientei equipas de desenvolvimento globais sobre otimização de motores de busca.

Com esta vasta experiência em SEO, desenvolvi o curso de SEO e ajudei centenas de empresas a melhorar a sua capacidade de serem encontradas no Google de uma forma sustentável e transparente. Para isso, pode consultar o meu portefólio, referências e colaborações.

Este artigo foi originalmente publicado em 25 Abril 2024. A última atualização deste artigo foi em 19 Junho 2024. O conteúdo desta página foi escrito e aprovado por Ralf van Veen. Saiba mais sobre a criação dos meus artigos nas minhas directrizes editoriais.